Trabalho e educação no Brasil: da centralidade do trabalho à centralidade da política


Autora: Maria Edna de Lima Bertoldo

ISBN: 978-85-65999-32-8.

2ª ed. revisada: Instituto Lukács, 2015

Páginas: 192

R$ 9,00 + Frete

Clique aqui para baixar este livro grátis em PDF

Orelha: O livro com que a professora Edna Bertoldo nos brinda, através do Instituto Lukács, vem em boa hora. Isto porque ele se constitui em um esforço no sentido de uma crítica ao primado da política em detrimento da centralidade do trabalho. Acentuam-se, há décadas, os devastadores ataques do capital ao trabalho. Este último, não só não tem conseguido resistir a esses ataques, como, quando o faz, a tônica das suas lutas é no sentido de pleitear um capitalismo mais humano e um Estado mais preocupado com os problemas sociais. Em suma, na luta entre capital e trabalho, o horizonte revolucionário, de superação radical da sociabilidade capitalista, foi desaparecendo e, em seu lugar, foi emergindo um horizonte cada vez mais reformista, centrado na dimensão política, cujo núcleo essencial é o Estado, tanto o princípio de compreensão da realidade social como o elemento fundamental para a sua transformação. Focando seu estudo nas elaborações teóricas de alguns autores marxistas importantes da área da educação, Edna Bertoldo tece uma crítica pertinente evidenciando, com base na ontologia marxiano-lukacsiana do ser social, como, para além das intenções, esses teóricos estão presos, tanto em suas análises quanto em suas propostas práticas, à centralidade da política. Uma crítica que vale a pena conferir.

Ivo Tonet


Sumário:


PREFÁCIO APRESENTAÇÃO

CAPÍTULO 1 - A RELAÇÃO TRABALHO E EDUCAÇÃO E A ABORDAGEM MARXISTA 1.1 Rompendo as resistências ao marxismo 1.2 A ontologia marxiana: contribuições para a análise da educação 1.3 A problemática na relação entre trabalho e educação na atualidade CAPÍTULO 2 - O DEBATE TEÓRICO DA RELAÇÃO TRABALHO E EDUCAÇÃO NO BRASIL CAPÍTULO 3 - O TRABALHO EM MARX E LUKÁCS 3.1 Conceito e estrutura ontológica do trabalho 3.2 Trabalho: atividade que transforma o homem e o seu mundo exterior CAPÍTULO 4 - A CATEGORIA DA REPRODUÇÃO E A EDUCAÇÃO 4.1 A concepção marxiano-ontológica da categoria da reprodução 4.2 Trabalho e Reprodução

4.3 A reprodução do indivíduo e do gênero humano 4.4 Educação e reprodução: revisitando o debate no Brasil CAPÍTULO 5 - A RELAÇÃO TRABALHO-EDUCAÇÃO À LUZ DA ONTOLOGIA MARXIANA 5.1 Gênese e função social da educação 5.2 O deslocamento da centralidade do trabalho para a centralidade da política 5.3 A educação na perspectiva da ontologia marxiana CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS

Tags:

Publicações

Cursos e conferências
Posts em breve
Fique ligado...
Postagens recentes
Todas as postagens
Siga-nos
  • Google+ Basic Square

Todas as informações deste site podem ser reproduzidas por qualquer veículo de comunicação,
desde que citada a fonte, mantida a integralidade do material e sem uso comercial.