A Impossibilidade da Universalização da Educação

October 17, 2019

 

ISBN: 978-85-65999-46-5

 

Páginas: 128

 

Clique aqui para baixar este livro grátis em PDF

 

Preço: R$ 8,50 + frete

 

Orelha:

 

Maceno apresenta três elementos centrais para desenvolver sua argumentação sobre a impossibilidade da universalização da educação. O primeiro elemento seria a própria natureza do sistema do capital – a própria natureza do capital é determinante para analisar a questão da universalização da educação no sistema comandado por ele independentemente da particularidade de cada momento histórico. O segundo elemento é o aspecto singular que o capitalismo brasileiro desenvolveu no processo histórico global e, consequentemente, a limitação que o desenvolvimento educacional do país pôde alcançar neste processo de “subdesenvolvimento forçado” existente até hoje, dentro do quadro da hierarquia do capitalismo global. E o terceiro elemento é a particularidade do momento histórico que o capital se encontra desde que se iniciou sua crise estrutural, trazendo problemas mais agravantes para a área da educação em qualquer país do globo.

Como fundamentação principal de sua argumentação, o autor faz uma relação interessante entre o pensamento de Lukács, Marx e Mészáros. O leitor interessado no tema da educação (e no porquê da impossibilidade de universalização), depara-se com uma exposição didática que começa por uma abordagem lukacsiana da origem da educação à partir da origem do ser social. Toda sua argumentação sobre os três limites para a impossibilidade está fundamentada na origem do ser social e, como parte constituinte deste ser social, o aparecimento da educação enquanto um dos complexos da sociabilidade desde o seu ponto inicial. Junto desta abordagem da gênese da educação, Maceno busca também a sua função social. Desta maneira, o autor estabelece uma linha de raciocínio que parte da gênese do ser social e da gênese da educação, sua função social e sua relação com o surgimento histórico de sociedades estruturadas internamente a partir da divisão antagônica entre classes sociais. Para aí, então, discutir a relação da educação com o sistema do capital, sua relação com a particularidade do capitalismo brasileiro, e, além disso, sua relação com o momento histórico em que o sistema do capital está em sua crise estrutural.

 

Rafael Albuquerque

Tags:

Please reload

Publicações

A Impossib...

1/50
Please reload

Cursos e conferências

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Postagens recentes
Please reload

Todas as postagens
Please reload

Siga-nos
  • Google+ Basic Square

Todas as informações deste site podem ser reproduzidas por qualquer veículo de comunicação,
desde que citada a fonte, mantida a integralidade do material e sem uso comercial.