ANUÁRIO LUKÁCS 2020


ISSN: 2525-3328

Páginas: 216.

1ª edição, Instituto Lukács, 2020.

Preço: R$ 4,00 + frete.

PDF da obra.

Este Anuário chega num momento particularmente fúnebre e trágico da história humana. O caráter funéreo se dá não apenas pela coleção de corpos que a pandemia do coronavírus produziu no mundo, mas, também, por ela significar um exemplo sombrio da potencialidade destrutiva do sistema do capital. O caráter trágico reside no fato de que não apenas a pandemia poderia ter sido evitada (à medida que os riscos eram conhecidos e apontados pela comunidade científica há anos), mas que ela é consequência imediata da expansão, via agronegócio, do ímpeto irrefreável de extração de mais-trabalho sob a lógica do capital. Nesse sentido, o mais tenebroso é o reconhecimento de que esta não foi a única, nem será a última das crises pandêmicas que a humanidade viverá enquanto permanecer a sociedade do capital. Esses últimos eventos reforçam a importância do legado teórico de Marx e de seus “continuadores” no esforço social de desmistificar, compreender e atuar sobre essa implacável realidade na direção de uma forma de sociabilidade humanamente rica e superior. Entendemos que o Instituto Lukács, nesse processo, é parte extremamente diminuta, porém persistente, e seu Anuário, um espaço aberto para a difusão e o fomento do debate teórico-revolucionário pautado por essa mesma direção.

Talvanes Eugênio Maceno


Sumário


Prefácio

Talvanes Eugênio Maceno …………………………………………7


A exploração de classe como fundamento da opressão de

gênero em Eleanor Leacock: o lugar da educação

Helena de Araújo Freres ….……………………………………….15


Karl Marx e seus “cadernos etnológicos”

Lucas Parreira Álvares …………………………………...………..33


Lukács e o caminho marxista ao conceito de “pessoa”

Guido Oldrini ………………………………………………...….......63


Lukács: trabalho e emancipação humana

Ivo Tonet ……………………………………………………….........83


Acerca da importância da distinção entre política e direito na

obra madura de György Lukács

Vitor Sartori ………………………………………………...…........101


Lukács: vivência e reflexão da particularidade

J. Chasin ………………………………………………………........133

Trabalho e conhecimento: desafios de uma ciência para o

homem

Marcos Tadeu Del Roio …………………………………………...157


O marxismo de Sartre

Sebastião Trogo …………………………………………………...169


Fetichismo e reificação em Marx e Lukács: consciência,

cotidiano e subjetividade

Pedro Gomes Barbosa ………………………………………...…179


A propósito do “triunfo do realismo”: Tolstói e o olhar do

camponês

Paula Alves Martins de Araújo ………………………………..…201

Publicações

Cursos e conferências
Posts em breve
Fique ligado...
Postagens recentes
Todas as postagens
Siga-nos
  • Google+ Basic Square

Todas as informações deste site podem ser reproduzidas por qualquer veículo de comunicação,
desde que citada a fonte, mantida a integralidade do material e sem uso comercial.